Na pesagem do UFC nem tudo são flores

Quando isso acontece, o lutador ou a lutadora deverá perder as gramas excedentes até o momento da luta, uma semana depois, ou terá que pagar multa calculada sobre o valor de sua bolsa.

Os eventos de pesagem oficial de todos os competidores do torneio de artes marciais mistas UFC são realizados sempre do torneio oficial, sempre em ginásios e grandes locais abertos ao público e à mídia, tornando-se, portanto, um momento descontraído de divulgação do próprio campeonato e oportunidade de flashes e contatos entre competidores e fãs. Mas, nem por isso tudo são somente flores nas pesagens UFC

Como os eventos de pesagens UFC servem para mostrar ao público um pouco daquilo que ele virá no momento do grande embate entre os competidores de cada categoria, esses eventos são sempre esperados tanto quanto a luta propriamente dita, uma vez que é neles que o competidor saberá quanto poderá vir a ganhar ou a perder, devido às possíveis multas quando não bater o peso exigido.

Quando isso acontece, o lutador ou a lutadora deverá perder as gramas excedentes até o momento da luta, uma semana depois, ou terá que pagar multa calculada sobre o valor de sua bolsa. Se para o público e investidores do Ultimate Fighting Championship (UFC), a tradicional pesagem dos competidores é apenas um aperitivo para as 13 lutas que estão por vir, normalmente, para os 26 lutadores das oito categorias, a pesagem é considerada verdadeira luta contra a balança.

É também nos eventos de pesagens UFC que os competidores fazem a pose característica para a famosa encarada e este requisito, muitas vezes, rende momentos de muita tensão, como aconteceu recentemente entre os lutadores peso leve Diego Sanchez e Gilbert Melendez.  Diego, mais conhecido por seu apelido Nightmare (Pesadelo), costuma exalar agressividade frente a um oponente. Gilbert Melendez, por sua vez, ostenta o título de campeão peso leve do extinto Strikeforce. Para delírio da torcida, a encarada dos dois foi carregada de gesto de provocações e desafios.

Recentemente, na pesagem do UFC 164, no Milwaukee, Wisconsin (EUA), que também teve seus momentos tensos, o peso leve Ben Henderson e Anthony Pettis deram uma encarada de arrepiar, quase encostando o rosto um no outro. Na luta oficial, Pettis comemorou conquista do cinturão dos leves do UFC e pediu para lutar com o brasileiro peso pena, José Aldo, para um acerto de contas. Já o peso pena Clay Guida preferiu “brincar” de medir o tamanho do braço de seu oponente, Chad Mendes. Mas foi Mendes que, no duelo real entre os dois, levou a melhor, credenciando-se para voltar a disputar o cinturão da categoria dos pesos-pena.

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo do MMA – www.mmanaveia.com.br

Mma na Veia é um Portal de Noticias Sobre MMA e Eventos, Veja mais em: http://www.mmanaveia.com.br/

Deja tu comentario debajo